O Inicio do Combate

Ir em baixo

O Inicio do Combate

Mensagem por ADM.Noskire em 12/1/2015, 23:10

O Inicio do Combate

Aventura de Ulf.

_________________
— Façam suas preces... malditos.
— Matarei cada um de vocês!


Prólogo | Apresente-se | Regras
Dúvidas | Criação de Personagem
avatar
ADM.Noskire
Admin

Mensagens : 691
Data de inscrição : 01/12/2014
Idade : 26
Localização : Natal/RN

Ver perfil do usuário http://reinodastrevas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por Ulf em 15/1/2015, 22:52

Sentia as botas ressoarem contra o chão, cada passo mais lento que o anterior, mais cansado e desanimado. O motivo era simples, puro tédio. Não tinha nenhuma quantidade monetária significativa, fazia um longo tempo desde que vira o ultimo trabalho, e acima de tudo havia falhado novamente em um experimento mágico, meu único e real alivio havia sido repousar na estrada silenciosa, apenas raramente ouvia algum animal cortando o silencio noturno, momento inoportunos, mas tão difíceis que eram facilmente perdoados. Algo que haveria de mudar rapidamente, pois em minhas caminhadas tinha chego à outra cidade. Aquele era um sentimento contraditório, queria chegar a algum lugar, tomar um banho quente e receber moedas por algum trabalho, mas também queria me deitar na grama, o observando o luar e as estrelas. Era uma penas que observar estralas não matava o buraco que tinha no estomago.

Em silencio absoluto caminharia pelas ruas da cidade, não tinha um objetivo real, era um forasteiro, completamente ignorante para a organização daquele lugar, então justamente por isso apenas caminharia. Com passos lentos teria os olhos saltando de pessoa a pessoa, buscando aqueles que pudessem ter problemas, em cidades grandes muita gente tem um assunto ou outro a resolver, a maior parte deles prefere evitar se envolver diretamente, e é por isso que gente como eu sempre tem trabalho. Manteria-me em movimento, com o silencio e o tédio transbordando pelo corpo, se tivesse um alvo ele seria o mais simples de todos, era ele um local para reunir informações, e qual seria melhor que uma taberna? Todo tipo de gente se reuni neste tipo de lugar, é fácil ouvir historias quanto os bêbados falam, e é mais fácil ainda conseguir moedas deles. Calado buscaria um lugar onde pudesse entrar, então buscaria uma mesa e me sentaria quieto enquanto observaria a clientela.

_________________
avatar
Ulf

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por GM.Dragon em 16/1/2015, 08:44

NARRAÇÃO



NARRAÇÃO



Apesar da pouca idade Ulf, foi nascido e criado em batalham e já era um guerreiro experiente, mas isso não fazia com que o tédio dele diminuísse, conforme caminhava, a cidade de Gil'ead não era a mais aconselhável para um mercenário, Ulf percebeu isso antes mesmo de entrar pela cidade, pois passou por uma revista minuciosa para poder entrar.

Dentro da cidade havia um total de dois guardas por esquina, sem falar do exercito que fazia ronda pelas ruas, isso deixaria qualquer mercenário desconfortável, atrás de dinheiro fácil e informações Ulf decide ir para uma taverna.

Apesar de estar de noite a taverna estava bem iluminada, por vários lampiões e para alegria de Ulf dentro da taberna havia mais 4 guardas totalmente armados comendo em uma mesa afastada e bebendo, talvez os guardas fossem para tavernas quando acabavam o expediente deles,Ulf se senta em um dos bancos ligados ao balcão e observa a clientela.

Havia mais ou menos 20 pessoas no bar e o bar era parecido como todo os bar que ulf já tinha freqüentado, havia mesas de apostas em jogos de azar, bêbados cantando e fazendo palhaçada e prostituição, mas esse bar tinha algo diferente, parece que não existia nem um homem por mais que estivesse bêbado disposto a fazer uma confusão com os outros, enquanto estava no balcão o barmen se aproxima de Ulf e fala-Então, vai querer alguma coisa?


Off: maus post pequeno, prometo que melhoro depois, e por que todo mercenario quer começar em Gil'ead

Histórico da Aventura:
Nome do Player: Ulf
N° de Posts: 1
Desvantagem: -x-
Ganhos: N/A
Perdas: N/A

Status:

HP: 70
ENERGIA: 75

Inventário:

500 moedas

_________________
avatar
GM.Dragon

Mensagens : 128
Data de inscrição : 25/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por Ulf em 17/1/2015, 09:07

Talvez, apenas talvez, tivesse escolhido uma péssima cidade para aquela caminhada. Gil'ead era simplesmente repleta de soldados, soldados nos portões, nas ruas, nas casas. Onde quer que olhasse via um soldado diferente. Era engraçado de certa forma, tantas pessoas ociosas e armadas em um único lugar, normalmente algo assim nunca acaba bem. Uma pena que estava errado, gostava mais de brigas que da ordem e aquela cidade era muito organizada. Uma pena, mas apenas dava de ombros, partindo com alguma esperança para a primeira taberna que encontrava, era minha melhor dica para algum trabalho, provavelmente a única se considerasse aqueles soldados que pareciam estar presentes em absolutamente todo lugar da cidade.

Quieto adentrava no lugar, contava ao menos vinte clientes na taberna, metade deles bêbada ou tão perto disso que não fazia diferença, mas novamente lá estavam eles, guardas, fortemente armados. Provavelmente haviam acabado uma ronda e estavam descansando, o que dava mais que tempo o suficiente para que eles evitassem que qualquer um naquele lugar tivesse alguma ideia ousada como quebrar uma caneca na cabeça de outro. Tinha os olhos distante quando ouvia a pergunta vinda do taberneiro, era uma grande chance para conhecer mais sobre o lugar.

- Vou, quero um prato de ensopado. Falaria calmamente me virando para o homem. - Sabe onde posso passar a noite? Estava pensando em me alistar, mas acho que cheguei um pouco atrasdo.

Comentaria sem nenhuma pretensão. Era tarde da noite, duvidava que conseguisse algum lugar para ganhar dinheiro tão cedo, um quarto seria a melhor coisa que poderia obter hoje, e até mesmo isso faria com que meus recursos fossem usados. Precisaria de uma boa forma de conseguir algum dinheiro, qual seria a melhor do que se alistar em uma cidade onde o exercito era tão valoroso? Podiam ter recrutas demais era verdade, mas ainda assim confiava que podia sobrepor um outro novato verde, não tinha como dar tão errado.

_________________
avatar
Ulf

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por GM.Dragon em 19/1/2015, 11:39

NARRAÇÃO


Ulf esta distraído quando o taberneiro se aproximou , mas isso não fez com que ele tomasse um susto, muito pelo contrario, respondeu calmamente- Sabe onde posso passar a noite? Estava pensando em me alistar, mas acho que cheguei um pouco atrasado-, o taberneiro não parecia tão contente agora, talvez estivesse esperando que Ulf pedisse alguma coisa da taberna, mas respondeu sem demora,-Nessa cidade nunca se é tarde demais para se alistar no exercito,mas é um exame muito puxado, dizem que só os melhores passam, vai querer alguma bebida ou comida?-

O taberneiro já aparentava ter por volta de 50 anos, com cabelos e bigode brancos, com uma enorme barriga de cerveja e estava claramente tentando fazer Ulf comprar alguma coisa, enquanto Ulf falava com taberneiro outra pessoa se aproximou,dessa vez não tão sorrateiro quanto o taberneiro, nem seria possível já que ele estava completamente vestido de armadura pesada e com uma espada gigante em suas costa, embora Ulf não conseguisse ver seu rosto devido ao capacete, o cavaleiro tinha o tom de voz de uma pessoa já de idade avançada,- Então jovem esta com vontade de se alistar? Acha que tem o que é necessário?Já esteve em uma batalha de verdade? Não existe gloria em batalhas meu filho, somente dor, mesmo assim planeja se alistar?- o velho se sentou ao lado de ulf e estava ansioso pela resposta e o garçom também estava ansioso.


off:
qual seu objetivo?

_________________
avatar
GM.Dragon

Mensagens : 128
Data de inscrição : 25/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por Ulf em 19/1/2015, 21:26

Sentia-me um tanto desconfortável pelo olhar do taberneiro, não era estranho, mas ainda assim não apreciava aquilo. Ele queria vender alguma coisa e lá estava eu parado ocupando espaço de sua taberna. Era uma reação normal que não concordava, mas ao menos sabia que poderia me alistar no exercito de uma forma ou de outra. Não pensava que poderia fazê-lo tão tarde da noite, mas não considerava uma cidade como essa, não era em todo lugar que tinha soldados e mais soldados por todas as ruas, pessoas armadas até os dentes que aparentemente impediam os bêbados de causaram grandes confusões nas tavernas.

- Comida, prefiro alguma coisa quente como um ensopado.

Responderia a pergunta do taberneiro antes da chegada do outro homem. Esse sim que parecia ser um soldado, um homem largo, coberto dos pés a cabeça pelo ferro da armadura que vestia, dono de uma arma tão grande quanto, bem presa as suas costas. Não era uma figura que ficaria feliz em encontrar em um campo de batalha, mas não estava em um campo de batalha no momento. O homem sentava ao meu lado, falando algo que me pareciam ser conselhos, não estava interessado neles, não era um novato verde, como mercenário que era, quase me sentia ofendido por ser comparado com um garoto qualquer.

- Trabalho com mercenário desde os meus quinze anos, conheço bem o campo de batalha. A mim ele é apenas uma forma de ganhar a vida. Falaria as palavras, esperando a refeição ser entregue. -Você trabalha no exercito, estou enganado? Perguntaria ao homem de armadura.

Objetivos:
Conseguir uma desculpa pra ir até Carvahall
Ganhar um par de manoplas e botas que aumentem o dano
Treinar as pericias que já tenho

_________________
avatar
Ulf

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por GM.Dragon em 21/1/2015, 08:07

NARRAÇÃO


Ulf entendia a atitude do taberneiro,mas mesmo assim não gostava,- Comida, prefiro alguma coisa quente como um ensopado.Ulf disse ao taberneiro que pareceu satisfeito e foi preparar a refeição.

Novamente Ulf não gostou da atitude de uma pessoa, dessa vez com estranho Cavaleiro que o comparou com um iniciante- Trabalho com mercenário desde os meus quinze anos, conheço bem o campo de batalha. A mim ele é apenas uma forma de ganhar a vida-, O Velho não pareceu muito surpreso pelo contrario o sorriso dele se espalhou no rosto, um sorriso que dava para ver mesmo através de um capacete fechado, enquanto falava o velho tira o capacete mostrando um cabelo branco com corte militar e uma barba bem feita, o olhar do velho era firme, poucas pessoas podiam sustentar um olhar contra ele,mas suas feições estavam alegres-hahahaha, já suspeitava disso garoto, você tem um comportamento militar-.

Enquanto esperava a comida Ulf faz outra pergunta-Você trabalha no exercito, estou enganado?-, o velho responde rapidamente como se não quisesse falar sobre isso-Sim-, apos isso o  taberneiro entrega um ensopado de carne para Ulf, o sabor não era dos melhores, mas comparado com as rações que dão nos exércitos estava maravilhoso.

O velho espera pacientemente até Ulf para de comer para falar -Então garoto quer que eu te leve para alistar?- o que Ulf iria fazer?

_________________
avatar
GM.Dragon

Mensagens : 128
Data de inscrição : 25/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por Ulf em 23/1/2015, 19:47

Com toda certeza a aparência do homem não estava nem um pouco relacionada à sua personalidade. Claro ele realmente parecia um militar, e não duvidava que alguém com aquela idade soubesse lidar bem o bastante com o campo de batalha, mas ainda assim, havia algo naquele sorriso largo que parecia lavar a tensão causada pela armadura. Se tivesse que falar com sinceridade, aquele velho parecia muito mais amigável do que o necessário, era estranho como ele se havia se aproximado de mim, quase como se esperasse algo em troca. Provavelmente a cidade estava realmente desesperada, soldados podiam ser achados em todo lugar, tudo que precisávamos fazer seria procurar um pouco, nunca havia visto uma real razão para o desespero por carne fresca no exercito. Recrutas vêm e vão, gastar tanto em treinamento e equipamento e mais um desperdício do que qualquer outra coisa. A maior parte deles morre tão fácil em cota de malha, como morreria em couro fervido.

De toda forma tinha fome, e o ensopado chegava enfim. O gosto não era dos melhores era verdade, mas ainda era melhor do que ervas ou grama. Ao menos a carne faria mais para sustentar o corpo do que cebolas. Devorava todo o ensopado, enquanto tinha o velho soldado me esperando pacientemente. A pergunta que ele fazia não era inesperada, na verdade pensava que ele havia demorado tempo demais para fazê-la. Já tinha alguma coisa no estomago, e a algibeira um pouco mais vazia, que mal faria encontrar um lugar para pernoitar? Claro que precisaria passar no teste do exercito, mas confiava que isto não seria um problema real, conhecia bem minhas habilidades, e havia aprendido desde cedo que um punho amassa uma armadura tão bem quanto uma espada.

- Seria de grande ajuda, gostaria de fazê-lo tão logo quanto possível. Falaria aceitando calmamente a proposta. Em seguida procuraria o taberneiro e com um gesto pediria que ele se aproximasse. - Então, te devo quanto? Falaria já buscando as moedas, o pagando em seguida. Com as contas quitadas, caminharia juntamente do soldado para fora da taberna, buscando o local marcado para o alistamento, ouviria as instruções do velho e me posicionaria e me inscreveria para o teste, gostaria de fazê-lo logo.

_________________
avatar
Ulf

Mensagens : 19
Data de inscrição : 06/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Inicio do Combate

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum