Sujo mas não imundo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 31/1/2015, 12:53

Se sentiu bem mais tranquilo depois de encontrar a faca, teve a oportunidade de encontrar uma na cozinha, depois de Stephanie se retirar. Serviria para alguma emergência, não esperava ter a necessidade de usá-la, mas não chegaria a ser um problema, mãos sujas por uma vida suja.

Agora armado, voltava para a sala, esperando pela misteriosa dama, essa que surgia alguns momentos depois. Era uma beleza que merecia ser contemplada, e era isso que fazia. O leve tecido lhe cobria o corpo, mas ainda assim o revelava por completo. A cor vermelha deixara de ser perturbadora, vestida por ela lhe atraía fortemente.
Se aproximava de uma forma irresistível, fazia Stiff começar a se animar antes mesmo de tocá-la, se sentiu um moleque naquele instante, mas sequer se importou.

Se deixou cair no sofá quando Stephanie o empurrou, e quando veio por cima dele, aceitou de bom gosto. Se tinha algum motivo para tentar fugir dali, já não se lembrava mais.

- Você quer mais alguma coisa ?

- Apenas você, minha dama, por completo.

Com um forte agarrão em suas pernas, puxaria o corpo de Stephanie contra o seu, deixando seus lábios próximos aos seus para que pudesse beijá-los, começando lentamente e aumentando conforme o clima fosse esquentando. Depois que iniciasse a diversão, deixaria que ela guiasse os próximos passos, quaisquer que fossem eles. Eu sei que devia estar me preocupando com algo, mas já não importa mais.

off:
no problems, acontece. post sem os detalhes sórdidos, só pra ver o que rola

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Mark Stomper em 1/2/2015, 08:54

É amor?


Os Jovens amantes deitados no sofá logo começavam lentamente, um beijo aqui, outro ali, até emfim retiravam suas roupas e deixar o amor rolar solto por ali.

Cansados e coberto de suor, os dois amantes haviam terminado de trocar calor com seus corpos, ambos pareciam exaustos, mas isso não impediu que Stephanie se levantasse e fosse para o quarto, onde ficou por la por alguns minutos. Stiff que parecia estar acabado, pensava estar sonhando antes mesmo de dormir, mas foi ja ia fechando sus ohlhos lentamentes, o cansaso tomava conta de seu corpo, então não conseguia ficar acordado e foi dormir.

Quando acordou, estava com uma coberta por cima, Stephanie devia ter deixado isso para Stiff, mas parece que ao olhar em volta não havia nenhuma sinal de Stephanie, tudo que encontrava era uma mensagem em um papel que estava pendurado na porta, nele dizia:

Stephanie escreveu: "Me encontre atrás da taverna onde nos encontramos pela primeira vez.

Deixei alguns pães na mesa da cosinha, espero que goste


~~Stephanie~~"
E agora o que Stiff fará?

off:
Demorei agora pq tive que esperar o nosk falar se podia narar seqso ou n sryy

Stiff Capone:
Nome do Player: Stiff Capone
N° de Posts: 13
Desvantagem: -x-
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Status:

HP: 50
Energia:45
Inventario:

4.000 moedas

_________________
"Não importa aonde você estiver, só terá uma regra: O dinheiro manda " -



Aventura El Capone ( x )
avatar
Mark Stomper

Mensagens : 80
Data de inscrição : 28/12/2014
Idade : 18
Localização : Gil'ead

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 1/2/2015, 09:39

Não!

O fato de ter consumado seu desejo trazia tal satisfação para Stiff que já não se importava com aquele incômodo lugar. Sabia que não muito tempo depois deste dia, seria só mais uma lembrança na memória, provavelmente assim como e para Stephanie, julgava ele. Que ela era uma mulher digna de se dar atenção era evidente, mas sabia separar uma coisa da outra, ainda tinha seus objetivos, e ela devia lhe servir para isso também, não apenas para seu prazer carnal.

Se levantava lentamente, esfregando os olhos com as costas das mãos. Um pouco de sono depois de uma relação chegava a ser revigorante, não tanto quanto uma boa bebida, mas já era algo. Olhando em volta não encontrava pela moça, porém achou um bilhete preso à porta.

Voltar para a taverna, o que será desta vez?

Antes de ir apanharia um pão na cozinha e comeria ali mesmo, sem pressa. Olhou em volta pelo cômodo, pensou em que itens de valor teria naquela casa, tinha nas mãos uma ótima oportunidade, se não tivesse cometido o erro de levar uma desconhecida para seu lar, sentiu o gosto amargo do arrependimento, não arriscaria tal feito. Terminado o lanche, se arrumaria em suas roupas e iria atrás de Stephanie no local marcado. Não tinha pressa em chegar, aproveitaria o caminho para aproveitar um pouco a luz do sol, caso o dia favorecesse.

Se chegasse sem nenhum imprevisto à taverna, passaria em frente a mesma para ver o movimento, apenas curiosidade, antes de ir para o lado de trás, onde devia encontrar sua bela. Encontrando-a ou não, se encostaria numa parede, apoiando um dos pés no muro, e repousando uma das mãos na perna flexionada. Sua expressão não dizia nada, apenas observava. Deixaria que ela começasse a falar o que tivesse ali para dizer, esperando por boas notícias.

off:
imagino que ele censurou sua criatividade, não?

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Mark Stomper em 1/2/2015, 11:28

A proposta

Stiff se vestia, comia seus pães deixados por Stephanie e logo partia para a rua. Ele não tinha pressa, apreciava cada minuto de caminhada até a taverna, onde encontrava diversas lojas, padarias, bares, estalagem, tudo estava tranquilo, com o brilho do sol que ja ja ia se por; Olhando para frente Stiff ja podia ver a taverna, apesar de não ter pressa para chegar, chegou sem mesmo suar, com o sol que ja ia se por.

Stiff quando chegou a taverna, antes de ir para os fundos deu uma olhada de como estava o movimento, parecia lotado como da primeira vez que veio ali. Depois de olhar como andavam as coisas por ali, Stiff se dirigiu para atrás da taverna, onde encontrou Stephanie, ela estava com um sobretudo preto, não dava pra ver seu corpo, apenas seu rosto, ela que não parecia ter nenhuma timidez em relação de ter acabado de ter um pouco de prazer com o rapaz. Stiff ja adiantava as coisa se encostando no muro, onde colocava sua perna direita para se apoiar no muro e sua mão direita na mesma. Stiff não esboçava nenhuma emoção, deixou então Stephanie começar a falar:

- Bem, eu sei que você quer saber para quem eu realmente trabalho, e então eu decidi lhe apresentar ao meu real chefe. Mas antes disso, tenho que te dizer, que se você o conhecer, você terá que trabalhar para ele também, ou teremos que te matar, então, vai querer ou não? - Dizia Stephanie com um sorriso meio perverso, o que ela poderia estar planejando de bom para o jovem rapaz? o que Stiff fará?

off:
1: sim, eu queria postar detalhadamente como foi mas não deu
2: bem, acho que ja percebeu que meus 2 post estão menores, bem é que as coisas tem que ir mais devagar, ja que as coisas agora serão definidas por suas decições, então não posso te fazer uma proposta e fazer você aceitar, então por isso estão "menores", e tome cuidado
Stiff Capone:
Nome do Player: Stiff Capone
N° de Posts: 14
Desvantagem: -x-
Ganhos: N/A
Perdas: N/A
Status:

HP: 50
Energia:45
Inventario:

4.000 moedas

_________________
"Não importa aonde você estiver, só terá uma regra: O dinheiro manda " -



Aventura El Capone ( x )
avatar
Mark Stomper

Mensagens : 80
Data de inscrição : 28/12/2014
Idade : 18
Localização : Gil'ead

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 1/2/2015, 13:22

Como combinado Stephanie o esperava no lugar combinado. Vestia um sobretudo que lhe permitia apenas seu rosto ser visto, e mesmo assim conseguia despertar aquela faísca dentro de Stiff, que não precisava ser muito alimentada para se transformar num incêndio de atração.

A bela já adiantava logo o assunto, sem titubear, como o Capone esperava que fosse.

- Bem, eu sei que você quer saber para quem eu realmente trabalho, e então eu decidi lhe apresentar ao meu real chefe. Mas antes disso, tenho que te dizer, que se você o conhecer, você terá que trabalhar para ele também, ou teremos que te matar, então, vai querer ou não?

Claro, como se existisse outra maneira de lidar com esse tipo de gente. Assumindo uma postura ereta, Stiff dizia, mostrando interesse:

- Não cheguei até aqui para voltar atrás, estou sempre aberto a novas oportunidades...

Esperava que a resposta fosse o suficiente para fazer Stephanie entender sua vontade, então apenas deixaria que ela prosseguisse com o que tivesse planejado. Se o "chefe" já fosse apresentado ali mesmo, deixaria que ela o apresentasse a ele antes de dizer algo. Se fossem até um outro lugar, apenas a seguiria até lá, em silêncio de sua parte. Deixaria ser guiado até onde fosse por ela, seja para onde fosse.

E lá vamos nós...

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Zed em 6/2/2015, 01:27

O galanteador era consciente, mas ainda assim acabava por ceder, talvez fosse uma boa oportunidade conhecer o chefe da garota, não sendo uma pessoa integra e de grande moral um mundo como aquele poderia ser até mesmo atrativo a ele.

Assim que concordava a garota sorria então, tal sorriso antecedia uma intensa dor em sua cabeça que instantaneamente o fizera cair no chão desmaiado.




Um incessante gemido parecia fazer então Capone despertar de seu sono. O jovem estava sendo em uma cadeira com as mãos atadas atrás da mobília, preso também pelo peito com uma corda que fazia seu contorno e também o prendia a madeira.

Diante de seus olhos a ruiva com quem tinha passado a noite agora tinha o rosto avermelhado e uma expressão que poderia até causar repudia de tamanha vulgaridade. Um homem de grande porte e bastante musculoso tinha suas mãos em seu corpo e simplesmente parecia acariciá-la por inteiro, a dupla simplesmente seguia com seu ato indiferentes com a presença do jovem.

- Acordou? – Perguntava o homem que mal focava sua atenção nele, apenas estava focado em seus movimentos assim como no corpo da ruiva em sua frente que parecia apenas desfrutar de tudo, era tudo tão intenso mas ao mesmo tempo a cena conseguia ser tão desagradável.

- Bem, minha garota aqui... – Disse ele referindo-se a Stephanie enquanto com sua enorme mão segurava-a pelo queixo e deixava seu rosto de perfil porém com seus olhos voltados a Stiff, sua expressão era de extremo prazer, um prazer tão extremo que simplesmente havia feito a garota perder a sanidade.

- Ela disse que você pode ser útil... Então colabore, você vai fazer a entrega da joia a um cara... – As palavras eram abafadas pela respiração pesada do homem, afinal era difícil conversar e praticar alguma atividade física de tamanha intensidade. – Faça seu trabalho direito e ganhará uma parte, recuse e morre aqui mesmo. – Era talvez uma das piores situações imagináveis, não havia meios de fuga, era uma sala completamente decorada em vermelha, assim eram ao menos todas as cortinas e o carpete. Uma solida mesa de madeira servia como assento para o homem que sustentava a garota com seus próprios braços. Atrás havia uma cadeira onde o homem deveria normalmente sentar, porém estava coberta por seu corpo. Havia ao fundo uma única janela alta que cobria quase que do chão ao teto, porém não era tão larga.

Poucas plantas decoravam também o ambiente assim como alguns outros moveis que serviam exclusivamente como decoração. A única cadeira além da que era invisível através do homem era a qual Stiff estava agora amarrado, atrás havia apenas uma única porta dupla de madeira maciça. Poucas escolhas podiam ser tomadas então dada a situação.



OFF: Você não fez nada de errado, caso tenha alguma dúvida quanto a isto. Eu apenas resolvi dar uma “mudada no roteiro”. Esse primeiro post ficou talvez um pouco pesado, mas tentei descrever de forma a ficar “leve” ainda assim.

Duvidas, só Adicionar no Skype: “Live:XJohel” ou mandar PM, assim que puder eu responderei

OBS: Eu não costumo postar imagem de personagens, mas esse é um caso a parte, eu acabei desenvolvendo o post sem citar muito da aparência física dele, mas os próximos eu vou descrever apenas com palavras e sem usar nenhuma imagem para me basear:

Homem:

_________________



avatar
Zed

Mensagens : 49
Data de inscrição : 14/01/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 6/2/2015, 14:12

Não podia ver seu próprio rosto, mas sabia que se pudesse, veria uma expressão totalmente confusa, com diversos sentimentos misturados. Um pouco de surpresa, um pouco de medo, mas maior que isso, uma expressão de frustração. Já começava a considerar Stephanie uma mulher diferente das demais, que tinha outros interesses além de dinheiro e todo o resto, uma tolice.

O resultado de tal pensamento ingênuo estava ali, ele amarrado como uma caça, sem ter para onde fugir, sem volta. Se lembrava de estar atrás da taverna com ela, e então tudo se apagou, e acordou naquele lugar, sendo obrigado a ver a cena do enorme homem com a que antes considerava seu maior trunfo. Não pronunciou uma palavra diante daquilo, apenas esperava por alguma atitude deles, que vinha em seguida com um discurso do homem.

- Ela disse que você pode ser útil... Então colabore, você vai fazer a entrega da joia a um cara... Faça seu trabalho direito e ganhará uma parte, recuse e morre aqui mesmo.

- São tantas opções... Me dê um segundo para pensar. - Dizia de forma irônica. - Já sei, eu aceito. Não quero saber quem vocês são, apenas me soltem, me passem os detalhes e já era. Outra coisa, quero uma arma, não vou me encontrar com um desconhecido em desvantagem.

Assim como em suas palavras, sua expressão não demonstrava qualquer reação diante da situação que se encontrava. Sentia um pouco de raiva de Stephanie, mas esse sentimento sempre o colocara em mais problemas, dessa vez não podia errar. Esperaria por alguma atitude deles, que o soltassem e dessem as informações da entrega, e claro, a tal joia. "Por que essas situações não me surpreendem mais...?"

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Zed em 7/2/2015, 01:29

Forçado a aceitar a proposta do homem, Stiff não tinha muitas escolhas, mas ainda assim não era um completo ignorante, um pedido como aquele provavelmente significava problemas e precavidamente ele pedia por uma arma, o homem apenas sorria enquanto gemia por fim e literalmente empurrava a ruiva contra o chão.

Despreocupadamente ele vestia suas calças e uma camisa de botões que deixava aberta, inexpressivo andava até sua cadeira que antes estava fora do campo de visão do garoto e sentava-se jogando as pernas sobre a mesa. – Solte-o – Ordenava a garota que ainda estava jogada pelo chão, suada, nua e em completo frenesi.

Levara cerca de 5 segundos para acatar a ordem, levantou-se e se aproximou do garoto cortando as cordas com uma faca que tinha. Vestia-se então ainda na sala mais para o canto dela e sem proferir uma única palavra, ela ainda estava recuperando o folego.

- Claro... Sem problemas... Você provavelmente vai precisar se defender... – Disse o homem enquanto abria uma gaveta da mesa e jogava então uma Adaga em seus pés ainda em sua “bainha”, isso deve ser o suficiente certo? Sorria ele simplesmente não dando a mínima se realmente era aquilo ou não que o ladino precisava, era o que tinha de sobra e se não fosse o suficiente apenas podia usá-la para rasgar a garganta do jovem e pegar outro qualquer para o trabalho.

- Você vai entrar em uma caravana junto de outras pessoas comuns, vai levar a joia com você mas terão alguns de meus homens acompanhando tudo de perto. – Respondeu bastante seguro. – Quando chegar na entrada de Teirm você vai encontrar um pessoal, eles já vão estar esperando por você. Apenas entregue a pedra, pegue o dinheiro e entregue para meus homens, o que vai fazer depois é problema seu. Estamos de acordo? – Perguntou enquanto as portas duplas se abriam e cinco homens entravam na sala. Eram todos sujeitos incomuns e vestidos de formas distintas, provavelmente para se misturar na multidão sem deixar suspeitas.

Um deles vestia-se usando meia armadura, esta cobria apenas o tronco e tinha uma aparência bastante imponente, era loiro e cabelos naturalmente selvagens, bagunçados, caídos e levemente compridos. Tinha uma barba rala e era o primeiro a falar. – Vamos? – Perguntava de maneira bastante direita quase ignorando o homem sentado à mesa e a garota que já estava vestida e calada.

Outro dos homens era um velho, bastante velho. As várias rugas que tinha em seu rosto demonstravam isto, tinha uma barba grisalha e comprida enquanto usava uma espécie de manto encapuzado em uma coloração roxa. Era baixo, provavelmente o menor do grupo. Em suas mãos usava uma bengala, aparentemente como apoio, este tinha um sorriso misterioso no rosto.

O terceiro era o mais jovem de todos, era um garoto de uns 14 ou 15 anos, usava roupas de pele como qualquer bom plebeu e tinha uma adaga em sua cintura, havia outra em suas costas porém isto não era visível. Seu cabelo se assemelhava ao espadachim de meia armadura, era também loiro e tinha o cabelo bagunçado, porém era muito mais do que o outro. Este tinha um olhar emburrado na face enquanto analisava Capone dos pés à cabeça.

O quarto integrante do grupo era um arqueiro, vestia-se de forma bastante simples, uma camisa longa e escura e calças verdes, bastante folgadas e um par de botas de couro. Levava sua aljava nas costas na altura da cintura seu arco estava com a corda cortando seu peito enquanto a parte de madeira ficava jogada para trás.
O quinto era diferente dos demais, tinha orelhas pontudas e era o mais alto daquele grupo, um elfo. Convertendo sua idade ele deveria possuir seus 25 anos, seu cabelo longo e ruivo era simplesmente liso e quase deixava suas orelhas passarem despercebidas. Trajava-se usando uma túnica simples e não aparentava portar nenhuma arma.


- Aqui está... – Novamente o que parecia ser o chefe do grupo pegava um embrulho de sua escrivaninha, seu tamanho não era muito grande e parecia conter uma caixa ou semelhante, assim que pegasse Capone poderia sentir um peso maior do que o inesperado. – A joia. – Explicara então o homem logo em seguida.

Os cinco acompanhantes apenas aguardavam que Stiff tivesse a boa vontade de acompanha-los, não queriam ter de usar a força para tal... Ou queriam?


_________________



avatar
Zed

Mensagens : 49
Data de inscrição : 14/01/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 7/2/2015, 10:22

Stiff era solto pela moça que antes julgara uma aliada, mas que nitidamente era só um fantoche nas mãos de seu chefe, o imponente homem que estava diante dele. Não guardava qualquer sentimento em relação à ela, sua maior preocupação era terminar aquele trabalho e sair vivo, qualquer coisa além disso seria lucro.

Como exigido, recebia sua arma. Uma bela lâmina, percebeu quando a retirou da bainha para examinar. Embainhou-a novamente e colocou sob a camiseta, na parte de trás das calças, depois voltou sua atenção para o líder, que dava as instruções do trabalho.

- Você vai entrar em uma caravana junto de outras pessoas comuns, vai levar a joia com você mas terão alguns de meus homens acompanhando tudo de perto. Quando chegar na entrada de Teirm você vai encontrar um pessoal, eles já vão estar esperando por você. Apenas entregue a pedra, pegue o dinheiro e entregue para meus homens, o que vai fazer depois é problema seu. Estamos de acordo? - Em seguida o grupo citado adentrava a sala, um pessoal bem distinto, facilmente se misturariam com alguma simples caravana.

Recebia a joia em suas mãos, estava embrulhada, mas pelo peso podia julgar que realmente tinha um valor bem alto. Amaldiçoava a tal joia, ela que antes seria apenas mais um golpe para sua lista, agora lhe colocava numa posição nada favorável.

- É uma viagem nada curta, espero que o tempo gasto esteja incluído em minha parte do acordo, aliás, não mencionamos um valor, mas quero 15% do que for pago, vendo que sequer sei com quem estou lhe dando. Estamos de acordo? - Demonstrava muita confiança em suas palavras, mesmo estando com a corda no pescoço ali. Gesticulava muito com os braços, quase parecendo um mercador tentando ganhar um cliente.

Esperava por uma resposta positiva, neste caso, apenas acompanharia o grupo até encontrarem a tal caravana. Se recebesse uma resposta negativa, não tinha muitas opções além de aceitá-la, independente do valor, o que vale é tentar.

Após saírem do lugar, observaria os arredores, para se recordar futuramente qual a localização, caso o plano que tinha em mente resultasse em sucesso. Até chegarem a caravana não pronunciaria uma palavra, apenas os seguiria. Quando se encontrassem com o restante do pessoal, então faria uma pausa e diria:

- Preciso descansar aqui, não comi nada o dia inteiro.

Era apenas uma forma de atrasar a viagem e não partirem de Gil'ead tão cedo, dependendo do decorrer da situação, ainda tinha uma carta na manga.

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Zed em 10/2/2015, 15:34

Apesar de em uma situação de risco Capone não deixava sua ganância de lado, tentava propor o quanto receberia por aquele trabalho, porém o homem não parecia tão contente assim com seu pedido. – Vou lhe dar 10% por que gostei da sua coragem, mas não espere tentar aumentar esse valor, a coisa pode acabar mal pra você. – Concluía com um sorriso falso enquanto virava a cadeira e fitava a janela.

O grupo então saia da sala, o líder parecia ser o espadachim que era o único a realmente trajar uma armadura. Todos seguiam-no e o menor deles, o jovem andava ao seu lado enquanto pareciam conversar. O elfo e o arqueiro pareciam andar lado a lado com o ladino e por fim o velho mais lento tomava conta da retaguarda, ou ao menos podia dar a entender isto.

Discretamente o grupo se mobilizava andando pela cidade, a dupla frontal afastava-se um pouco mas ainda estavam andando em uma mesma linha, apenas mais distantes uns dos outros, o caminho não era muito logo. Percorrendo um pequeno pedaço da cidade encontravam então uma zona em que as casas se tornavam menores e com mais campos. Enfim um grupo razoável de civis esperavam, cerca de 20 pessoas.

Haviam 3 carroças grandes onde eles seriam abrigados. Porém Stiff tentava atrasar tudo, não tinha nenhum resultado. – Pode comer no caminho, trouxemos comida. – Respondeu o arqueiro enquanto o elfo o empurrava em direção a carroça. – Não pare de andar... – Apressou-o então.

Aproximando-se o homem sequer tinha tempo de tentar fugir daquilo, novamente o elfo empurrava-o e jogava-o para dentro do transporte, alguns civis estranhavam a agressividade, mas nada diziam.

O espadachim loiro aproximava-se do que pareciam ser os donos das carroças e iniciava uma conversação, a distancia não permitia entender do que se tratava, mas logo as pessoas começavam a subir nos transportes. Aquele pequeno grupo de escolta acabava um tanto separado. Junto a Stiff enbarcava o elfo que tinha então um olhar de nojo em direção a ele, o velho tinha um sorriso peculiar no rosto, não dizia nada e parecia observar o nada já que seus olhos também estavam aparentemente fechados e o mais novo do grupo, porém este ficava afastado, sentava ao lado do condutor da carroça.

O arqueiro e o chefe daquela tropa iam em outro comboio e não se viam desde então. Os cavalos relinchavam e o condutor agitava as rédeas, os animais puxavam o transporte que enfim se movia, não muito rápido, porém aos poucos a velocidade aumentava.

- 5 horas aturando esse lixo... – Comentava o elfo para si mesmo enquanto repudiava todos os humanos ali presentes, apesar de o olhar para Stiff ser ainda muito mais intenso, o motivo era desconhecido.



OFF: Desculpe a demora com os posts, final de semana é bem comum eu sumir, eu fico em casa boa parte do tempo, só que normalmente não em condições pra postar

Eu poderia até ter postado segunda, mas eu tava absurdamente cansado do trabalho, então acabei indo dormir logo que cheguei em casa.

_________________



avatar
Zed

Mensagens : 49
Data de inscrição : 14/01/2015
Idade : 22

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Capone em 12/2/2015, 12:44

A tentativa de atrasar a viagem era falha, aquilo fugia de seus planos, quando foi empurrado então para umas das carroças do comboio, já não conseguia pensar numa maneira de conseguir sair.

Junto com Stiff iam o velho, o menor e o elfo. O arqueiro e o outro indivíduo, que julgava ser o líder do bando, partiam em alguma das outras carroças. O trio que o acompanhava não aparentavam ser dos mais perigosos, aparentemente o pequeno era o único que portava uma arma, o velho então nem se dizia, se perguntava qual a função dele na viagem. Já o elfo parecia incomodado com a situação, Stiff sabia que podia tentar se aproveitar do temperamento dele de alguma forma.

O figurão era o mais alto de todos, parecia desprezar a raça com quem tinha de dividir espaço, e não parava de fitar o jovem Capone, que retribuía o olhar, mas com um sorriso desafiador no rosto.

- Imagino que vocês sejam mais racionais do que nós, estou certo? - Indagava ao elfo. - Creio que sim, pois acho difícil existir uma raça mais desunida e desprezível que os humanos, tenho de reconhecer. O que o trouxe para cá? Mais que isso, o que o trouxe para junto deste grupo? Você não precisa deles.

Stiff tentava desafiar o elfo com sua lábia, colocá-lo contra o grupo, ou ao menos botar uma dúvida incessante em sua mente, algo que o colocasse mais a favor do Capone. Não sabia o motivo de precisar carregar a joia, quando se há outros para fazer o serviço, era o que mais o preocupava, antes de mais nada, precisava de respostas.

_________________
avatar
Capone

Mensagens : 45
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 21

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sujo mas não imundo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum