InuYasha — Mini-Aventura

Ir em baixo

InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 17/1/2015, 16:51

Nome: InuYasha
Idade: 220
Sexo: Masculino
Raça: Elfo
Classe: Mago
Localização: Du Weldenvarden

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por ADM.Noskire em 17/1/2015, 18:25

Olá! Bem vindo ao fórum, eu serei o seu orientador.

O primeiro post é seu. Mas lembre-se, você não pode narrar o cenário, NPCs, outros jogadores, tempo, nem nada do tipo. É o post considerado mais difícil pela maioria dos jogadores!

Uma dica é se concentrar em sonhos, pensamentos, desejos, objetivos... Você pode narrar seu personagem também. Ações como acordar, levantar, andar...

Por enquanto é isso, faça seu post e veremos onde você precisa melhorar. Wink

_________________
— Façam suas preces... malditos.
— Matarei cada um de vocês!


Prólogo | Apresente-se | Regras
Dúvidas | Criação de Personagem
avatar
ADM.Noskire
Admin

Mensagens : 691
Data de inscrição : 01/12/2014
Idade : 26
Localização : Natal/RN

Ver perfil do usuário http://reinodastrevas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 20/1/2015, 20:34

Como em mais uma noite, Inu sonhou com a morte de seus pais, um matando o outro, o que não é algo que aconteceu e provavelmente iria acontecer novamente entre os elfos, e como tudo foi meio esquecido pelos outros, o que o deixou bastante perdido e sem um rumo na vida. Depertando do sonho, Inu lentamente abriu o olho esquerdo, para em seguida abrir o olho direito e olhar em volta, meio atordoado do sonho, mas já olhando em volta para saber onde havia dormido se não havia sido arrastado para outro lugar, ou rolado para outro local enquanto dormia um tanto despreocupado com sua própria segurança.

"Para qual direção eu deveria seguir mesmo? Onde será que há lugar para conseguir estudar e conseguir dinheiro?"

Olhava atentamente a sua volta em todas as direções para saber exatamente onde está, e quais os caminhos poderiam seguir, observando detalhadamente o terreno em sua volta, para seguir calmamente em direção ao objetivo que havia passado em sua mente, de conseguir estudar magia, e de conseguir dinheiro, como se colocar em movimento para não ficar mais parado, seja lá onde esteja. Observando sua volta, presta atenção a mínimos detalhes, como o chão, o tipo, formato, não apenas próximo ao seus pés, mas a onde seus olhos alcançam, a sua volta girando trezentos e sessenta gaus, cuidando de objetos imoveis, mas principalmente de moveis, devido prováveis inimigos, como do céu para saber o período do dia, e clima.

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Glent em 20/1/2015, 21:46

Sonhando em seus pesadelos, InuYasha presencia seus pais se matando como de costume. Ele acorda lentamente, tentando processar todos os detalhes em sua volta, fabricando a seguinte pergunta em sua mente : "Para qual direção eu deveria seguir mesmo? Onde será que há lugar para conseguir estudar e conseguir dinheiro?". Em seguida, se levanta do chão árduo e desconfortável onde senta, e observa várias árvores, matos, lagos e insetos à sua volta. Olhando para o céu, deveria ser quatro horas da tarde. Mais a frente, acha uma humilde casinha feita de madeira. Ao lado ele vê vários móveis e prateleiras de poções.

- Olá jovem ! Apreciando minha casinha ? - Falou um velho elfo com uma voz bem mansa.

InuYasha teve um leve susto, pois o velho falou bem pertinho do seu ouvido. Antes que ele pudesse responder, o velho fala :

-Você parece forte não é mesmo ? Então poderia fazer uma gentileza de me ajudar a carregar esses móveis pesados ? - O velho estava carregando cadeiras e um geladeira.

InuYasha olhou bem para ele e sua propriedade, ele parecia ser um Mago. Será que essa seria ser sua oportunidade de ter um mestre ?

OFF:
Você postou muito pouco. Deveria colocar mais falas, ações , pensamentos, objetivos e emoções. Diga oque seu personagem pensa e sente, oque ele quer realmente fazer. Matar? Roubar ? Namorar? Furtar ? Fale! Nesse próximo Post, coloque tudo isso. Se tiver dificuldade, mande pm ou leia outras aventuras e minis.
O velho Elfo:

Glent

Mensagens : 124
Data de inscrição : 04/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 21/1/2015, 15:05

off:
Tudo o que você pediu está sim no post:
Ação: O personagem está olhando detalhadamente em volta procurando caminhos e passagens. Como vi em outras miniaventuras que não se pode postar nada, foi o melhor que fiz para me localizar no cenário, cenário que sempre utilizo bastante.
Objetivos: Creio que mais claro do que um pensamento seco não tem como: "conseguir estudar e conseguir dinheiro?"
Fale: Com a premissa de que não conheço o que tem a minha volta, mesmo que sejam coisas obvias de mais, como água no rio, túmulos no cemitério, foi visto em uma miniaventura que não se deve fazer, assim falar seria o mesmo que falar sozinho.
Emoções: o personagem está atordoado, preciso especificar mais detalhes?

A ficha está valendo na miniaventura?

Os elfos são imortais?

Prefiro tirar minhas duvidas aqui do que por pm, se não for problema.

Meu principal objetivo nessa miniaventura é aprender o sistema, principalmente de pericias e sistema de combate.

Como faço para ressuscitar os mortos, há requisitos mínimos, como ambiente, estado dos cadáveres, ect.?


Acordando depois de um tempo dormindo, sem fazer muita noção de onde havia 'caído' para recuperar as energias e descansar durante mais uma de suas viagens a esmo, Inu nota que havia dormido mais do que havia pensado, ou acredita devido já ter passado do meio dia, e que não conseguiu ver um caminho mais apropriado para seguir, mas antes que pudesse perceber e pensar sobre o local, era surpreendido pelo proprietário do lugar que logo em seguida pedia ajuda para carregar alguns moveis. Voltando a atenção para o velho que pedia ajuda com o semblante demostrando claramente o desgosto por ter sido surpreendido, mas também pelo pedido de ajuda do desconhecido, Inu limitasse a tirar a poeira do chão, mantendo-se em silencio.

"Desgraçado, primeiro se move sorrateiramente, depois pede ajuda."

Ignorando o velho e o pedido de ajuda, Inu seguiu observando a sua volta, tanto para entender melhor o lugar onde estava, e assim entender um pouco o velho que está na sua frente, pois varias ideias do que o velho pode ou não ser passavam por sua cabeça, e ter uma boa rota de fuga para evitar brigas desnecessárias seria bom, assim observa a localização dos objetos maiores, como arvores, muros, telas, e se algum caminho mais visível era visto, seja para qual caminho levava, por ultimo observava a casinha para ver se havia mais alguém nela, se o velho estava roubando a mesma ou o que poderia sugerir com trasporte de mobiliá em um lugar isolado como limpeza. Quebrou o silencio próximo do velho.

"Esse velhote pode ser muito bem um ladrão."

--Vamos fazer o seguinte, eu lhe ajudo sozinho a fazer essas suas atividades, se você me ajudar com algumas informações, dicas, entre outras coisas que eu possa precisar para continuar o meu caminho.

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Glent em 22/1/2015, 20:49

Depois de reflexões e visualizações da área, Inu decide ajudar o pobre ancião.

-Vamos fazer o seguinte, eu lhe ajudo sozinho a fazer essas suas atividades, se você me ajudar com algumas informações, dicas, entre outras coisas que eu possa precisar para continuar o meu caminho. - Fala o jovem desorientado.

E assim foi feito. O jovem ajudando e o velho orientando.

- Bem antes de tudo, quero que saiba sobre mim. Meu nome é Zup. Sou um Mago bastante conhecido pelas redondezas de Du Weldenvarden - Fala ele com uma face amostrada - Sou conhecido como "Mago da cura", pois sei todas as técnicas de curar - Continua falando e puxando a saliva com dificuldade - Bem, agora sobre o local, não tenho muito a dizer... Daqui a 30M a oeste fica uma pequena vila, devia ser de lá sua ida.

Anoiteceu e o jovem termina de carregar os móveis.

- Muito obrigado jovem. Como retribuição dormir esta noite no meu abrigo. Mas só se quiser - Fala o velho gentilmente.

Inu está muito cansado e não aguentaria andar por muito tempo. Inu agora tem poucas escolhas, e se hospedar na casa do velhinho seria uma ótima ideia.
Oque ele irá fazer ?

OFF:

Tudo o que você pediu está sim no post
Claro que está, só falei para você fazer tudo mais um pouco.

Ação: O personagem está olhando detalhadamente em volta procurando caminhos e passagens. Como vi em outras miniaventuras que não se pode postar nada, foi o melhor que fiz para me localizar no cenário, cenário que sempre utilizo bastante.

Bem, o cenário primário de onde você está pode ser narrado. Só não pode depois.


Objetivos: Creio que mais claro do que um pensamento seco não tem como: "conseguir estudar e conseguir dinheiro?"

"Matar? Roubar ? Namorar? Furtar ? Fale!" <- Oque eu dizer sobre isso é que eu quero que você especifique mais seu objetivo. "Quero estudar para aprender mais sobre tal area que eu gosto / quero conseguir dinheiro para comprar Tal coisa que eu gosto ou precise".

Fale: Com a premissa de que não conheço o que tem a minha volta, mesmo que sejam coisas obvias de mais, como água no rio, túmulos no cemitério, foi visto em uma miniaventura que não se deve fazer, assim falar seria o mesmo que falar sozinho.

Exemplo :"Se tivesse uma área de movimento, iria até o local, achar um responsável e falar : Você tem alguma vaga de trabalho ?" Possibilidades. É isso que você tem que escrever.

Emoções: o personagem está atordoado, preciso especificar mais detalhes?
Sim. Triste ? Feliz ? Bravo ? angustiado ? ciumento ? invejado ? medo ? coragem ? Além de botar emoções de seu personagem, os posts ganham mais vida.

A ficha está valendo na miniaventura?

Os elfos são imortais?
A ficha vale. Se elfos são imortais, leia nas regras.

"Meu principal objetivo nessa miniaventura é aprender o sistema, principalmente de pericias e sistema de combate."

Que dúvida você tem nas perícias ? Fale em off. O sistema de combate falarei mas á frente. Mas para poupar mais tempo, leia nas minis e aventuras.

Como faço para ressuscitar os mortos, há requisitos mínimos, como ambiente, estado dos cadáveres, ect.?

Não sei. Mande PM ao dono, crie tópico sobre isso ou até mesmo, leia com mais atenção nas regras.

Nesse post agora, faltou mais tudo isso. Não vou te liberar até você fazer posts Fodas.

Glent

Mensagens : 124
Data de inscrição : 04/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 30/1/2015, 14:09

off:
Obrigado pelas dicas e conselhos, irei estudar todos para melhorar a narrativa, como ler melhor a forma como outros jogadores fazem os seus posts. Referencia.

A ficha vale. Se elfos são imortais, leia nas regras.
É que nunca me passou pela cabeça um elfo com aparência de idoso. E perguntei porque não achei nada muito esclarecedor, assim vou levar como 'Dragon Age' onde os elfos não são.

Que dúvida você tem nas perícias ?
Mais em utilizar a magia, ressuscitar os mortos, criar ataques mágicos, ect.
Tinha pensado em usar nesse turno os mortos para ajudar a carregar os moveis. =(

E desculpa pelo sumiço, trabalho, correria, e muita nubisse. ^^

Aos poucos estava melhor dos pesadelos que havia tido ao acordar e estava de volta a mesma neutralidade com as coisas a sua volta, não dando valor a quase nada que o cerca, tudo é apenas um meio para chegar há algum objetivo que é meio para chegar a outros, mesmo as vezes parecendo e agindo de uma forma que possa parecer ser outra coisa que não é, como caridoso, malvado entre outros formas que façam a balança pender para algum lado. O lugar onde a casinha do velho aparentava ser bastante tranquila, e bastante calma, o que Inu durante o carregamento dos moveis percebia, mesmo não demonstrando muito enquanto inicialmente mantinha um silencio para se concentrar melhor na tarefa que estava fazendo.

"Deveria ter invocado dois mortos para me ajudar a carregar tudo isso..."

Sentido o cansaço de ter carregado os moveis, Inu se sentou no chão no lado de fora da casa, onde começou a descansar olhando para o céu escuro da noite que iniciava, respirando de uma forma mais controlada para recuperar o folego do desgaste fisico recente, como para se acalmar. Enquanto descansa, pois não está muito interessado em dormir logo, visto que não fazia muito tempo que havia acordado a poucos metros de onde está agora, Inu fitou o lugar brevemente, como se procurasse um detalhe novo e termina olhando na direção do velho.

--Sem problema velhinho. Queria algumas informações, apesar de que pensava que conseguiria mais, mas foi uma troca justa. Me chamo InuYasha e sou um mago em aprendizado, por isso viajo sem rumo pelo continente.

Quebrado o silencio que tinha feito para poder carregar os moveis mais concentrado, Inu adentrou a casa fazendo um sinal de positivo para o velho mago, que não esperava que esse entendesse que era um sinal de positivo que iria passar um tempo no abrigo, em seguida se dirigiu para alguma cadeira proxima de uma mesa onde se sentou normalmente, para em seguida debruçar os braços sobre a messa.

--Onde poderei dormir?

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Glent em 1/2/2015, 10:06

Spoiler:
Mano, não sei nada de magos X_X Então para não levantar problemas, deixe os mortos em paz Razz

... O velho aponta para um colchão no chão que pelo visto, parece bem confortável, com várias cobertas.

- Ali será seu leito. Amanha cedo irei sair para pegar umas frutas nas árvores aqui perto. As arvores são muito altas e eu sou muito baixo e velho. E preciso reabastecer muitas frutas para revender. Se quiser me ajudar, acorde cedo, ao acabar lhe darei recompensa em dinheiro. - Falou o velho já bocejando e apagando as velas.

Amanheceu. O velho já está todo arrumado, já pegou suas cestas para a ida das árvores.

- Então meu rapaz, vai me ajudar ? - Fala ele apressado.

OFF:
"se sentou" "no chão no lado de fora da casa" "começou a descansar olhando para o céu escuro da noite que iniciava" Se você não sabe, isso é GodMode. Narrando cenário e dizendo que FEZ.
Isso poderia ser evitado simplesmente com : Ele sentaria no lado de fora casa e olharia pro céu. "Escuro da noite" Já é um adjetivo pro céu. Mesmo sendo obvio que é escuro e que é da noite, tente evitar adjetivos.

Esse foi seu ultimo post com GodMode. O próximo, Anularei.  

Glent

Mensagens : 124
Data de inscrição : 04/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 3/2/2015, 23:32

off:
Sem problemas, vou me concentrar mais em melhorar a narrativa nessa miniaventura, e na proxima melhorar o que ainda tem que ser melhorado e ver dos mortos.

Mudei de referencia, pois tinha visto algo semelhante na referencia anterior. nova referencia

Uma duvida, levando em conta que não temos controle sobre alguns fatores do corpo, narrar algumas coisas não acabaria sendo "GodMode"; como estado fisico, ou seja estar disposto ou cansado, pois não há controle, muito menos da para se dizer que agora estou cansado, ou não estou; bem como sentimentos, como alegria, tristeza, pois não há como dizer estou alegre, e ficar alegre, agora estou triste e ficar triste, apenas se sente esses sentimentos que são reações ao que nos cercam; bem como sentimentos de dor, traumas, visto que nem é sempre que um ferimento cause dor, até mesmo uma doença que tem seus ciclos e isso não é determinado, mas apenas sentido; bem como sonhos e pesadelos e o resultado deles, pois não há como dizer "hoje vou sonhar assim", ou "meu sonho é assado", a limitação de narrativa é grande?

Fazendo um movimento bastante singelo com a cabeça em sinal de positivo para o velho em relação ao colchão, Inu fitou o colchão durante o momento que o velho falava sobre algumas coisas, passando o olhar pelo velho que comenta sobre frutas terminando olhando para a janela onde pretendia olhar para fora procurando alguma árvore e ter uma ideia de como poderia ser as frutas que terá que ajudar a recolher amanha cedo, soltando o ar pesado e cansado do esgotamento fisico que teve recolhendo os moveis da casa do velho. Ainda no mesmo lugar que estava quando falou com o velho, Inu esperou esse seguir apagando as velas, e ir para a cama dele, não se movendo um músculo, só depois de um tempo que seguiu para o colchão deitando-se.

"Amanha acordar cedo e ajudar o velho, e seguir em direção a cidade em busca de conhecimento que parece que não irei conseguir aqui..."

Pensando em algumas coisas sobre o "seu caminho", Inu ficou pensando tentava dormir, não muito preocupado se conseguiria ou não acordar, por ter uma grande confiança em si mesmo sobre a passagem do tempo e confiança em si mesmo sobre qual o tempo exato para fazer as coisas. Acordando lentamente primeiro mexendo os braços, para aos poucos abrir os olhos, Inu observou o velho pronto para começar a trabalhar, para lentamente começar a se erguer batendo o mão na roupa que é a mesma que havia dormido e a unica que possui, para tirar a poeira ou alguma coisa de cima dela.

--Bom dia! Estou pronto para começar, é só o senhor me explicar como é feita a colheita, se há algum cuidado especial, entre outros detalhes que possam estragar as frutas, ou deixa-las menos atraentes.

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Glent em 4/2/2015, 17:44

Spoiler:
Resumo : Narrar, somente seu persnagem. Nada mais. Caso não expliquei correto, me Avise.

-Bom dia! Estou pronto para começar, é só o senhor me explicar como é feita a colheita, se há algum cuidado especial, entre outros detalhes que possam estragar as frutas, ou deixa-las menos atraentes.- Falou o jovem.

O velho joga uma cesta no colo do rapaz para a colheita.

- Por enquanto, uma regra básica, COLHA QUALQUER FRUTA APARENTEMENTE BEM ! - fala o velho de uma forma rabugenta.

Folhas. Essa é a única coisa que se encontra por aí. Longas caminhadas geraram melhores resultados, pois acharam arvores frutíferas bem cheias. O velho chega deu um sorriso.

- Olha que beleza... FRUTAS ! Não existe palavra mais bonita que essa ! Ai Ai.. - Fala o velho com água na boca.

Depois de ter as cestas cheias de frutas, caminharam para casa. Mas, no meio do caminho, o velho observou uma fruta rara.

- Não acredito ! Procurei essa fruta por 10 Anos ! - O velho fica petrificado. - Ela se chama " A berinjela cinzenta" Só acha nas redondezas de Du WelderValden ! - Ele fica feliz, mas não sabe escalar árvores. - Garoto, vamos fazer o seguinte. Pega a fruta e divido o dinheiro com você. Eu imploro ! Me ajude ! - Fala o velho desesperador.

InGame (Cenário):
são 5 horas e tem muito mato. E a arvore e GIGANTE. Não pense que vai ser fácil :V

OFF:
Por enquanto tá bom, mas procure exibir mais possibilidades. você descreveu somente o passado e o presente. Possibilite o futuro ! Oque eu poderia fazer ? :V

Glent

Mensagens : 124
Data de inscrição : 04/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por InuYasha em 24/2/2015, 19:14

Pegando a cesta sem receber muita explicação de como deveria proceder no trabalho de colheita das frutas, Inu deu de ombros, indiferente a forma que iria fazer para colher as frutas, sua mente indiferente as coisas não se preocupa, apenas quer fazer o trabalho e poder seguir o seu rumo em direção a cidade, mas antes de sair da casa seguindo o velho observou como é a cesta, formato e peso, e se conseguiria a posicionar de uma forma que não atrapalhasse sua subida em arvores. Depois de observar a cesta não tão detalhadamente como gostaria de fazer, para não gerar problemas futuros, Inu seguiu o velho em direção a floresta já observando as folhas e árvores, achando uma árvore carregada de frutas, onde é feita a colheita sem muita dificuldades.

"Não foi tão complicado de fazer esse trabalho de colheita de frutas..."

Tranquilo no caminho de volta para a casa do velho com as cestas simples, apenas esperando o final do combinado para seguir viagem, o velho rabugento ficava todo empolgado ao achar uma fruta bem rara, Inu olhou para o velho sem muitas feições, quase como uma cara de cachorro que não muda, em seguida olhou para a fruta e sua posição na árvore, para lentamente começar a descer em direção ao chão observando o caminho que terá que percorrer até conseguir chegar a fruta.

--Sem problema, irei tentar subir na árvore e pegar a fruta para você, tente me dar algum suporte magico enquanto faço a escalada até lá.

Se aproximando da árvore, Inu observa melhor a textura da árvore, sua espessura e observa o tamanho dela, bem como observa novamente o caminho que terá que percorrer para subir até o nível que a fruta possa ser alcançada. Feita a observação, Inu tenta subir na arvore, tentando manter o corpo firme e uma velocidade de escalada meio padronizada.


off:
Quanto mais difícil melhor a recompensa. =]

Não entendi como fazer a minha narrativa em ações que eu não havia narrado. Ainda estava na casa, mas na sua narrativa, foi descrito que fiz toda a procura, colhi varias frutas e achei uma fruta rara.

E Como fazer as ações futuras?

_________________
ficha Ação? "Pensamento." --Fala!
avatar
InuYasha

Mensagens : 18
Data de inscrição : 16/01/2015
Idade : 101
Localização : Profundezas do Inferno

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Glent em 1/3/2015, 20:41

O jovem decide escalar a enorme árvore.

-Sem problema, irei tentar subir na árvore e pegar a fruta para você, tente me dar algum suporte magico enquanto faço a escalada até lá.- Disse seu ultimo diálogo com o mago.

-Que seja.-Disse o Mago sem preocupações.

Na escalada, o jovem não encontrou muitos problemas. A árvore tinha alguns espinhos e galhos traiçoeiros, mas In não se atrapalhou e continuou a subir. O jovem se cansa, pois fica Mais de meia hora escalando. A arvore é realmente MUITO GRANDE. O mago pode ver por causa de seus instintos de raridade, habilidade de mercador.
O mago lança sua habilidade "Raízes de Ferro" Que deixa o alvo imune de qualquer perca de energia/HP , por certo tempo. Por penalidade o mago entra em transe de sono. Agora o jovem está só, numa gigante árvore.
Está tendo uma facilidade enorme para ele. Mas deve pegar rapidamente pois quando anoitece, mercenários invadem aquela área. O local tem uma área de árvores frutíferas de raros. Não é atoa que o mago mora ali.
O jovem pegou a fruta. É incrivelmente muito bonita sua aparência. O jovem chega a sentar num galho só para aprecia-la. A sua dificuldade agora e descer da árvore. Infelizmente, o suporte que o mago deu a ele acabou. Terá que ter energia suficiente para aguentar o tranco.

OFF:
Use verbos no futuro. Iria, faria, daria, pegaria. Uma parte de seu texto está incorreto. "Se aproximando da árvore, Inu OBSERVA melhor a textura da árvore."
Lembre-se que Você NUNCA Faz. Sempre TENTA.
O mesmo para ações futuras. veja o spoiler a seguir.
Explicação - Ações Futuras:
Nesse spoiler trarei exemplos.

Exemplo 1 :

"Estava escuro, não conseguir ver nada, não pude fazer nada. Andaria para frente, cautelosamente. Se eu achasse alguma coisa, pegaria e faria sua respectiva função se possível. Mas claro, se for algo que me traga malefício, largarei o item."

Vamos definir agora, esse trecho.

"Estava escuro, não conseguir ver nada, não pude fazer nada." (Ação passada, que aconteceu.)

"Andaria para frente, cautelosamente. Se eu achasse alguma coisa, pegaria e faria sua respectiva função se possível." (Ação futura, que poderia acontecer.)

"Mas claro, se for algo que me traga malefício, largarei o item." (Complemento da ação futura, útil para Evitar "Pegadinhas" Do seu narrador.)

Bem, dei um exemplo (inventado) não só de como postar, mas de como narrar o futuro. Mas tenha cuidado ! Qualquer erro trará incoerência a seu post. Fique sempre atento, e se puder, leia seu texto duas vezes !

OBS : Se não fui esclarecedor, comunique-se.


Glent

Mensagens : 124
Data de inscrição : 04/01/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: InuYasha — Mini-Aventura

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum